Excertos Incertos

Antologia em e-book de pequenos textos: micro-contos e poesias — escritos ao longo de dez anos.

REF:
JB-EI
Categoria

Descrição

Trecho

Vezes

Às vezes parece que ouço vozes. De outra dimensão. Outra realidade. De um universo paralelo, em que eu estou fazendo outra coisa neste mesmo lugar.
Olho pra trás e fico com medo de dar de cara comigo mesmo. Um eu mais destemido que eu. Com coisas a dizer que nunca seria capaz de ouvir.
Às vezes vejo mapas de pontos brancos no meio do texto. Mapas de terras distantes que nunca existirão. Com pessoas de histórias passadas e mal vividas.
Terras de características incompreensíveis para nossas mentes terrestres. Com povos de vidas inacessíveis intelectualmente para nosso individualismo.
Às vezes minha vista embaça, se cansa, da vivida rotina, nunca perdida nem pedida. Às vezes ela deixa de ser minha. Deixo de ser eu. Esqueço-me de ser eu. Sem lembrar-me de ser qualquer outra pessoa.
A minha vista deixa de ser minha. Faz visita a vida de outras pessoas. Vê tudo o que têm, e tudo que não tenho. Então volta. Mas não sou o mesmo de quando ela me deixou.
Às vezes imagino que Tudo é uma farsa. A realidade e suas mentiras. Que tudo que vejo ainda vai se desfazer, do mesmo jeito que foi inventado. Às vezes deixo de ser otimista.
Às vezes deixo de ser realista. Viajo ao meu futuro, que nunca irá acontecer. Vejo eu mesmo fazendo a mesma coisa em outro lugar. E quando volto ainda sou o mesmo de quando parti.
Às vezes ouço a mim mesmo. Dizendo coisas que ninguém se presta a ouvir. Ouvindo coisas que não valem a pena serem ditas a alguém. Pois só eu ouço-me bem.
Às vezes só eu entendo-me bem. Pois não entendo ninguém mais.
Às vezes sou um gigante. Perante formigas e lagos de gotas de água. Cachoeiras no chuveiro.
Às vezes sou insignificante. Perante o universo imenso de vazio cósmico.

Manifesto; Novembro, 2013

Prévia

Solicite uma prévia deste livro entrando em contato.

Informação adicional

Autor(es)

Fagner JB.

Data de lançamento

2016-09-05

Editora

Phocvlos Editora